terça-feira, 14 de junho de 2011

Lições China in Box

No início do mês saiu uma reportagem no site da Exame imperdível para quem atua ou pretende atuar no ramo da alimentação fora do lar. Trata-se da história de Robinson Shiba, o dentista paranaense que no começo dos anos 90 largou a odontologia para fundar dois restaurantes de comida oriental com a marca China in Box. Era o começo de um negócio que faturou 209 milhões de reais no ano passado.

No meio da reportagem encontramos muitas dicas que foram fundamentais para a sua trajetória, que superou dificuldades e encontrou o caminho do sucesso. 

Pincelamos algumas frases e recomendamos muito a leitura completa da matéria clicando no link: Do consultório para China in Box.

“Um empreendedor não pode ser cabeça dura a ponto de não voltar atrás quando suas ideias dão errado”

"Achei que poderia ser uma boa ideia abrir um negócio parecido em São Paulo. Naquele tempo, quem quisesse pedir comida em domicílio tinha poucas opções, como pizzas e sanduíches."

"Só decidi levar o projeto adiante quando vi que estavam surgindo redes de fast food chinês nas praças de alimentação dos shopping centers."


"Concluí que era questão de tempo até que alguém também tivesse a ideia de abrir um tele-entrega. Convenci meu pai a vender um apartamento para investir no novo negócio. Também vendi dois dos meus consultórios. Fiquei com um para me garantir caso os negócios não dessem certo."
"Deixava um maço de folhetos com os porteiros, a quem oferecia vales-yakissoba para que ajudassem na divulgação."

"Fiz duas tentativas de internacionalizar a China in Box, abrindo unidades na Argentina e no México. Meus planos eram excelentes — mas esqueci de perguntar se os argentinos e os mexicanos gostavam de comida chinesa."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário