quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Self-service lidera negócios de alimentação fora do lar

Entre os restaurantes de pequeno porte, esse é o sistema de atendimento
 mais comum no Brasil, revela pesquisa Sebrae

De cada dez restaurantes de pequeno porte no Brasil, seis adotam o sistema de atendimento self-service, ou comida por quilo, invenção tipicamente brasileira e bastante popular entre os consumidores. Este é um dos resultados de uma pesquisa nacional realizada pelo Sebrae sobre o perfil de pequenos negócios do segmento de alimentação fora do lar. O levantamento revela que 61% dos desses estabelecimentos trabalham como a modalidade de atendimento self-service em algum momento do dia, sendo que 47% atendem exclusivamente com esse tipo de serviço. Para o Sebrae, os números expressam a oferta de soluções práticas para o consumidor. 

“O self-service está incorporado ao cotidiano do brasileiro, que recorre a restaurantes como alternativa prática, acessível e saudável para sua refeição principal. Também é uma solução rápida para quem trabalha e precisa almoçar fora de casa. É fácil de encontrar, há variedade de alimentos e o preço é um atrativo”, diz a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes, ao comentar os dados da primeira Pesquisa Nacional de Alimentação Fora do Lar, apresentada na abertura do seminário O Sabor da Experiência: o mercado gastronômico e o futuro do consumo, na terça-feira dia 10, em Brasília. 

Entre outros dados, a pesquisa aponta que restaurantes (33%) e lanchonetes (18%) somam 51% dos pequenos empreendimentos no segmento de alimentação fora do lar. Com relação ao cardápio, a maior parte dos estabelecimentos vende comida brasileira e tradicional (49%), alinhado ao perfil do consumo e do “gostinho brasileiro” por comida caseira. Outros 31% dos negócios atuam na produção de alimentos específicos ou de cozinhas segmentadas; 20% afirmam não atuar com uma cozinha específica; e 6% das micro e pequenas empresas comercializam alimentação saudável. 

“É importante destacar que, por se tratar de um segmento bastante competitivo, os restaurantes devem estar atentos às necessidades e à satisfação dos clientes, cada vez mais exigentes, bem informados e seletivos. É estratégico garantir a qualidade do atendimento, diversificar o cardápio e focar sempre na melhoria da gestão”, explica Heloisa Menezes, para quem a pesquisa apresenta uma série de dados e informações, que possibilitam uma percepção ampliada e realista dos pequenos negócios de alimentação fora do lar. 

Negócio familiar: 

A pesquisa revela que as empresas são predominantemente familiares, de micro e pequeno porte. Um exemplo é a quantidade de funcionários presentes em todas as etapas da operação do negócio - 49% dos empreendimentos possuem de uma a cinco funcionários. Outros 22% têm de seis a dez funcionários; 16% têm entre 11 a 23 funcionários; e 5% informaram ter mais de 23% na linha de produção. 

A maioria (96%) trabalha com loja própria e 86% dos entrevistados afirmaram ter apenas um negócio. Empreendedores com dois negócios somam 13%. Entre três e mais de cinco estabelecimentos são apenas 5%. 

O levantamento aponta também que os negócios estão instalados, em sua maioria, em lojas físicas (64%). Em segundo lugar, com uma proporção bem menor (14%), estão empreendedores que trabalham em casa. Apenas 12% possuem loja virtual, sendo que somente 2% usam exclusivamente essa forma de comercialização, o que indica potencial para o crescimento do uso desse tipo ferramenta. Metade das empresas (49%) realiza entrega em domicílio (delivery). Dessas, a maior parte (72%) têm operação própria, sem terceirização.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Mapa de calor: Como ele pode ajudar seu delivery

Mapa de calor é uma poderosa ferramenta para otimizar a logística de entregadores do seu restaurante e encontrar novas áreas de entrega para aumentar seu faturamento. O princípio é destacar em um mapa os endereços onde você tem mais pedidos de delivery e também as tentativas de pedido em áreas não atendidas.


Com a ferramenta mapa de calor, donos de restaurantes podem colher feedbacks sobre a área de entrega e melhorar a performance do delivery. Podem também otimizar a logística de entregadores e encontrar novas áreas de entrega para aumentar o faturamento. O princípio é destacar em um mapa os endereços onde tem mais pedidos de delivery e também as tentativas de pedidos em áreas não atendidas.

Imagem de divulgação

O objetivo da ferramenta é ajudar donos de restaurantes em sua operação de delivery, fazendo com que conheçam melhor sua área de entrega. Allan Panossian, fundador do Delivery Direto, destaca que: "o mapa de calor é uma ferramenta simples que possibilita donos de restaurantes a traçarem estratégias para aumentar vendas e melhorar os processos do seu delivery. Nossos clientes têm uma ferramenta de análise estratégica indispensável para o crescimento futuro do seu negócio."

De forma bem didática, a ferramenta pode ajudar a direcionar vendas de forma inteligente. Allan destacou três funcionalidades que podem direcionar vendas pelo delivery de forma inteligente. Além de melhorar também o atendimento de suas necessidades operacionais.

Conheça a localização de quem mais pede: 
Os mapas de calor mostram com exatidão a localização onde se concentram os pedidos de delivery em seu restaurante. E, com isso, é possível observar também as áreas com menor quantidade de pedidos. É uma forma de conhecer a localização dos clientes, o que colabora para direcionar a estratégia de marketing do restaurante.
Em áreas com menor aglomeração de clientes, uma boa ideia é direcionar onde fazer as propagandas do restaurante. Seja realizar panfletagem com cupons de desconto ou divulgar promoções nas redes sociais de forma geolocalizada. Essas ações podem garantir um aumento significativo das vendas em áreas ainda pouco exploradas.

Expanda a área de entrega para os locais certos:
Imagine contar com uma ferramenta que pode direcionar os rumos do crescimento do restaurante! Esta é mais uma funcionalidade do mapa de calor.
Com ele, você pode visualizar em quais localidades um possível cliente tentou pedir, mas não obteve sucesso já que estava fora da área de entrega. Observando este mapa, seu delivery pode se desenvolver nos locais certos, onde já existe esta demanda garantida.

Melhore a logística:
Ter noção dos locais onde os clientes mais fazem pedidos possibilita maior velocidade na entrega. Estes dados são importantes para estudar os melhores trajetos para o motoboy. Dessa maneira, é possível evitar ruas com maior tráfego ou traçar o caminho mais rápido.
Outro ponto é separar a força de delivery por locais. Sabendo os pontos de maior concentração de pedidos, você pode dividir melhor seus motoboys e entregar mais pedidos em uma só viagem.

Sobre o Delivery Direto:
O Delivery Direto foi fundado em 2016 pelos mesmos criadores do guia Kekanto e recebeu investimento da Accel Partners, principal fundo investidor do Facebook e Spotify, e a Kaszek Ventures, investidora do Nubank, Netshoes e GuiaBolso. Em Janeiro deste ano, foi investido pelo programa de aceleração do Google no Vale do Silício, o Google Launchpad.

Com apenas um ano de vida, já conta com mais de 500 clientes espalhados em todo Brasil, incluindo grandes marcas como Balada Mix (RJ), Bacio di Latte (SP), Dinho's (SP), Sushi Rão (RJ), Pittsburg (Natal) e Desfrutti (SP).

Tel: 4020-6706 (todo Brasil)
WhatsApp: (11) 96993-5555


Via Dino
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Rede de fast-food usa “It: A Coisa” para fazer piada com concorrente: “Nunca confie em um palhaço”

Se nós estivermos atentos, podemos aproveitar muitas oportunidades para fazer marketing! Você já tinha pensado em utilizar os créditos ao final de um filme, no cinema, para divulgar a sua marca? Foi o que a rede de fast-food Burger King fez, lá na Alemanha.

Imagem: YouTube
Eles usaram o filme mais comentado do momento para alfinetar o seu concorrente. A campanha foi utilizada ao final da estreia do filme “It: A Coisa”, remake da obra de Stephen King. Intitulada de “Never Trust a Clown”, a campanha projetava logo após o termino do filme, a mensagem. "Moral da história: nunca confie em um palhaço”, em clara alusão ao ícone do seu maior concorrente, o McDonald’s, e seu palhaço Ronald.

O vídeo está em alemão, mas dá para entender tudinho! Confira:


Fonte: B9
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Comissão rejeita projeto que proíbe cobrança de embalagem usada para guardar sobra de refeição

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados rejeitou o Projeto de Lei 5235/16, do deputado licenciado Dr. João, que proíbe restaurantes, bares e lanchonetes de cobrar a embalagem usada para guardar a sobra de comida não consumida no estabelecimento. O parecer do relator, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), foi contrário à proposta. Ele a considera “uma interferência direta do Estado na atividade econômica privada, cerceando a liberdade assegurada pela Constituição para o livre exercício da atividade comercial”.

Além disso, Araújo acredita que a penalidade prevista na proposta é muito elevada. O projeto prevê multa de 100 vezes o valor cobrado pela embalagem para quem descumprir a regra.

A proposta já foi aprovada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviço, na forma de substitutivo. O texto permite a cobrança da embalagem para o transporte dos alimentos remanescentes, criando a obrigação, no entanto, de que o consumidor seja informado de maneira clara sobre a cobrança.


Tramitação:
O projeto ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ); e pelo Plenário.

Íntegra da proposta:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Comissão aprova obrigatoriedade de restaurante informar valor calórico das refeições

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou proposta que obriga restaurantes, lanchonetes, bares e confeitarias a informar, em seus cardápios, o valor calórico dos alimentos comercializados.

Além disso, deverão informar sobre a eventual presença de lactose e glúten nos alimentos, e alertar o consumidor sobre os perigos do sobrepeso e da obesidade para a saúde humana.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Eros Biondini (Pros-MG), ao Projeto de Lei 8135/14, do Senado Federal, e projetos apensados (PLs 5674/13, 4186/15, 5469/13, 2898/15 e 5620/16).

O projeto original determina que a forma de declaração e a abrangência dos dados nutricionais serão estabelecidas, posteriormente, em regulamento pela autoridade sanitária competente. Porém, o relator optou por fixar essas regras já no texto substitutivo à proposta.

Regras:
Conforme o substitutivo, os estabelecimentos que não ofereçam cardápios serão obrigados a afixar letreiro contendo as informações do valor calórico e a mensagem de alerta sobre o sobrepeso e a obesidade em local que permita visão desimpedida e fácil leitura dos dizeres pelo consumidor.

O estabelecimento que atenda ao consumidor unicamente por entrega em domicílio terá que imprimir a mensagem de alerta nas embalagens das refeições ou porções vendidas.

Ainda segundo a proposta, o texto da mensagem de alerta a ser inserida nos cardápios e letreiros será: “O sobrepeso e a obesidade são fatores de risco que podem comprometer seu bem-estar e sua saúde”.

A informação do valor calórico dos alimentos, bem como sobre a presença de lactose e glúten, será elaborada e assinada por nutricionista, regularmente inscrito no Conselho Regional de Nutricionistas da respectiva área de atuação profissional.

Punição: 
Os estabelecimentos que não cumprirem as medidas ficarão sujeitos às sanções administrativas previstas na Lei 6.437/77, que trata de infrações à legislação sanitária federal, e no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90). As leis preveem sanções que vão desde advertência e multa à interdição do estabelecimento.

O substitutivo prevê que a lei, se aprovada, entrará em vigor após 180 dias de sua publicação oficial.

Tramitação:
O texto, que já foi aprovado no Senado, tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

Íntegra da proposta:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Pizzaria aproveita engarrafamentos para vender mais

Ao invés de ficar esperando os clientes irem até a pizzaria, dono de restaurante inova, e leva as suas pizzas aos clientes presos no trânsito. 

Confira a reportagem do Jornal do Almoço SC, no vídeo a seguir:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Pedaço da Itália na serra fluminense ganha vida e sabor com desafios

Restaurante Don Phillipe conta com o apoio do Sebrae desde o início da empresa


Imagem de divulgação - Sebrae

Situado no centro de Teresópolis (RJ) e instalado em um ambiente rústico, típico da região serrana, o restaurante Don Phillipe Gastronomia tem como especialidade a cozinha italiana, com um cardápio composto por massas e pizzas artesanais. É uma empresa administrada pela família Baddini, que sempre investiu em conhecimento e capacitação para o sucesso do negócio. 

Tudo começou por necessidade, mas com uma boa pitada de oportunidade. Em 2008, Pedro Luiz, 60 anos, foi demitido, o que abalou a estrutura familiar. Dois anos depois, sua esposa Vânia Baddini, 53 anos, decidiu utilizar o dinheiro que restava da indenização do marido, R$ 11 mil, para abrir um negócio familiar. 

“O meu filho estava concluindo o curso de gastronomia e comecei a me interessar pelo segmento. Foi por meio do livro Sabor e Gastronomia, do Sebrae, que busquei mais informações para decidir abrir realmente um restaurante”, explica a empresária. 

O nome do restaurante, Don Phillipe, foi dado em homenagem ao chef da família, Luiz Phillipe Baddini, 30 anos, responsável pela cozinha do estabelecimento. E tudo ficou mesmo em família. A parte de relacionamento e atendimento ao cliente é de responsabilidade de Vânia e a administração do negócio fica a cargo do filho, João Pedro Baddini, de 25 anos, juntamente com o seu pai. 

Seguida pelos filhos, Vânia participou do Empretec, de cursos, oficinas, consultorias e projetos nas áreas de gastronomia e turismo promovidos pelos Sebrae ao longo dos sete anos de constituição da empresa. “Tudo que sou hoje devo ao Sebrae, que foi minha escola, me ensinou a caminhar no mundo do empreendedorismo, sempre me incentivou e acreditou no meu potencial, me deu socorro e suporte. Não dou um passo sem pedir sua ajuda”, destaca a empresária. Ela também faz parte do Polo Gastronômico de Teresópolis, que reúne cerca de 20 empresas de toda a região, que tem grande vocação turística. 

Atualmente, o restaurante funciona como self-service, no período do almoço, e como trattoria à noite, com um cardápio repleto de pizzas, massas, carnes e risotos. Cerca de 350 pessoas passam mensalmente pelo restaurante, nos seis dias da semana em que funciona. Para atender à clientela, a empresária conta com o apoio de oito funcionários em cada período. “Nosso plano futuro é abrir um delivery de massas artesanais para fornecimento em restaurantes e hotéis da região. E mais uma vez contamos com o apoio do Sebrae no planejamento”, destaca Vânia. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Batata-frita em forma de Legos!

Imagem de divulgação

É fundamental que hoje uma marca faça muito mais do que simplesmente se vender. Para isso, existem as ações de Brand Experience... Mas que tal levar isso para a batata-frita?
 
"Brand Experience é uma estratégia de marketing de uma marca/empresa para interagir com os seus clientes, consumidores e parceiros através de experiências integrativas, gerando valor e percepção emocional positiva. Neste conceito são criadas situações reais de interação entre público consumidor e produto, gerando experiências sensoriais que contribuirão para a melhoria da relação entre eles."

Foi o que a rede de restaurantes da LegoLand fez no Japão. Eles se utilizaram do Brand Experience no pacotinho de batatas-fritas, servindo-as no formato das famosas pecinhas do brinquedo de plástico! Uma ideia simples que gerou buzz no mundo inteiro...

Todo mundo vai querer brincar na hora da comida, heim?!


Fontes: TM Incentivos
              Comunicadores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Tudo o que você precisa saber de Gestão em Gastronomia

Investir em conhecimento é uma necessidade para o empreendedor ou profissional que quer se manter atualizado, aperfeiçoar técnicas, métodos e processos em seu negócio, ou ambiente de trabalho. Por isso, hoje vamos compartilhar com vocês um curso em forma de e-book, que você pode acessar de qualquer lugar.

O curso é de autoria de José N. Madeira Jr., do site Gastronomia News. O material vem dividido em 5 módulos:
  • Complexo cozinha;
  • Mercadorias;
  • O Restaurante;
  • Bar e coquetelaria;
  • Vinhos;
  • Dicionário.


Confira o release da obra:

"Tudo o que você precisa saber de Gestão em Gastronomia está esperando por você nesta obra. O conteúdo do curso abrange todas as matérias relacionadas ao ramo de gastronomia. O Curso de Gastronomia foi feito de uma maneira sequencial e lógica e abrange todos os assuntos da área de Cozinha, Restauração, Coquetelaria, Enologia que você necessita. 
Os assuntos desse Curso são voltados para várias categorias de profissionais da área de Gastronomia: - Cozinheiro(a)s que querem melhorar seus conhecimentos para crescer em sua profissão; 
- Chefs que precisam ficar atualizados; 
- Garçons, garçonetes e bartenders que buscam informações adicionais para poder atender melhor os seus clientes; 
- O pessoal que trabalha no setor de alimentos e bebidas das suas empresas que precisam melhorar a performance e lucratividade da empresa; 
- Empresários e futuros empreendedores que querem entrar no ramo da gastronomia e restauração e precisam de um conhecimento global."

Acesse o link e adquira o seu e-book: Curso de Gastronomia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Restaurantes incomuns pelo mundo!

Para se destacar no mercado, alguns restaurantes usam e abusam da criatividade e inovação na temática do estabelecimento! Vale tudo para encantar, surpreender e proporcionar experiências diferenciadas aos seus clientes... Desde restaurantes suspensos no ar, até aqueles em que você senta em vasos sanitários para degustar a sua refeição... (?!)

Confira a lista com seis restaurantes mais incomuns, e se inspire para o seu próximo negócio!


O restaurante Labassin Waterfall Restaurant, aquele que fica localizado em uma cachoeira, já mereceu um post especial no blog Tudo para o Restaurante, e se quiser saber mais sobre ele, clique no link: Restaurante em uma cachoeira.

Imagem: Villa Escudero





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...