terça-feira, 13 de setembro de 2011

Re-food doa 6.000 refeições feitas à base de sobras de restaurantes

Recolher as sobras de alimentos dos restaurantes e redirecionar esses alimentos para quem mais precisa é o objetivo da Re-food, uma organização sem fins lucrativos portuguesa. Com apenas 6 meses de existência, a Re-food já conseguiu providenciar cerca de 6.000 refeições em Lisboa, com um orçamento de apenas 600 euros, de acordo com o site Boas Noticias

Este projeto foi criado por um grupo de voluntários com a missão de redirecionar sobras de alimentos dos restaurantes para pessoas necessitadas, com o objetivo de diminuir a fome, explica a página oficial da organização.

O Re-food iniciou suas atividades em 2010, e atualmente conta com cerca de 30 restaurantes participantes. As entregas são feitas a pé ou de bicicleta.

O grupo de jovens voluntários responsáveis pela iniciativa em Portugal ganhou o "Prêmio Voluntariado Jovem Montepio" entre 121 ideias de voluntariado que participaram do concurso. 

O Re-food pretende transformar Lisboa na primeira capital europeia sem desperdício alimentar.

Clique aqui para conhecer mais sobre o projeto.

Infelizmente aqui no Brasil, a doação das sobras dos restaurantes é muito mais complicada. A responsabilidade pelo alimento doado é de quem o produz, ou seja, se a comida estragar e fizer mal a alguém, o restaurante é o único culpado. O Globo Repórter apresentou uma matéria que tratou sobre o assunto, veja clicando aqui.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário