segunda-feira, 19 de maio de 2014

Copa inspira cardápios em bares e restaurantes do Paraná

A Copa do Mundo de 2014 serve de inspiração para a gastronomia. Em Curitiba (PR), uma “seleção de brownies” está escalada para entrar em campo. O objetivo é aproveitar o aquecimento da economia: a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Paraná (Abrasel-PR) projeta um aumento de R$ 240 milhões em movimentação financeira no setor de alimentação no estado entre maio e julho, principalmente nas cidades do litoral, Foz de Iguaçu e Curitiba.
Animada com a presença de turistas na capital paranaense, a Brownieria Fantástica desenvolveu um cardápio com ingredientes típicos de alguns dos países participantes do torneio. Para homenagear a seleção brasileira, por exemplo, os ingredientes escolhidos foram amendoim torrado e melado de cana. A inspiração é o tradicional doce pé de moleque.

Imagem: Morguefile
“O nutella virou Itália, país de origem da famosa pasta de avelã com chocolate. Para a Alemanha, demos destaque para o brownie de maçã com canela, inspirado nas cucas alemãs quentinhas feitas pelas vovós. A Suíça tem um brownie inspirado em um chocolate suíço, o famoso Toblerone. O Japão ficou com o brownie de gengibre e especiarias do Oriente. E a Bélgica tem um com gotas de chocolate belga”, detalha a chef Andressa Schmidt.

Segundo ela, se for levada em conta a preferência do público, a Itália é a campeã. “Itália é (o brownie) favorito do público”, garante. Outra estreia no cardápio é o brownie preparado com favas de baunilha de Madagascar, escalado para homenagear o México, adversário do Brasil na primeira fase da Copa. Já o brownie com vinho do Porto representa Portugal. 

A Brownieria Fantástica fica localizada no bairro do Batel, região próxima da Arena da Baixada, estádio que receberá quatro jogos do Mundial. Por conta disso, Andressa estima um aumento de 20% nos lucros durante o período em que cidade vai receber as partidas válidas pela primeira fase da Copa.

Também em Curitiba, o restaurante 4sí Brasserie, comandado pela chef Manu Buffara, contará com petiscos especiais, baseados na cultura gastronômica dos países que estão no mesmo grupo do Brasil no Mundial. “A Copa do Mundo será um período para celebrarmos a união dos povos. No campo, seremos adversários, mas fora dele teremos uma grande oportunidade para conhecermos as mais variadas culturas. Vamos trazer para o nosso público, delícias inspiradas na gastronomia dos países que irão enfrentar o Brasil. Será um show de sabores”, conta a chef.

A escalação do cardápio está definida. Brasil: bolinho de arroz, bolinho de doce de abóbora, misturadinho e queijo coalho. Camarões: bolinho de siri, manjubinha com fritas e bolinho de carne com banana. México: chili com nachos e queijo cheddar, tacos de carne e frango, bolinho mexicano com guacamole e sour cream. Croácia: sarmas (rolinho de repolho recheado com legumes e carne), batata assada com linguiça de cordeiro e pepino picante com pão tipo croata.

Planejamento:

De acordo com a Abrasel-PR, o aumento previsto de R$ 240 milhões na movimentação financeira do setor de alimentação no Paraná será fruto do planejamento feito antes do torneio. “Houve preparação, treinamento de colaboradores, planejamento e investimentos para receber turistas brasileiros e estrangeiros”, lembra Marcelo Woellner Pereira, presidente da associação.

Além de cursos gratuitos para garçons e bartenders, voltados para a Copa 2014, os estabelecimentos estão adequando seus cardápios. A Abrasel-PR orienta os bares e restaurantes a traduzirem seus cardápios para até sete línguas. Pereira lembra que a qualidade dos serviços terá de ser compatível ao nível de exigência dos turistas. Segundo o Ministério do Turismo, cerca de 500 mil pessoas visitarão Curitiba durante a Copa: 100 mil estrangeiros e 400 mil brasileiros.

A diretor-executivo da Abrasel-PR, Luciano Bartolomeu, também aposta nos preços menos salgados apresentados pelo setor no Paraná. “Dentre as cidades-sede, somos a que apresenta os preços mais convidativos no segmento”, garante Bartolomeu. De acordo com entidades do trade turístico paranaense, os preços dos restaurantes curitibanos chegam a ser 30% mais baratos do que os praticados em outras cidades que irão receber o Mundial.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário