quinta-feira, 28 de março de 2013

Chefs inovam em campeonato internacional de sushi no Japão


O sushi se tornou um fenômeno global. No mundo inteiro, o número de restaurantes especializados na culinária japonesa só cresce e ganha cada vez mais popularidade. Desde a invenção do sushi no sudeste da Ásia, há vários séculos, o prato tem evoluído bastante, está cada vez mais se adaptando à cultura de outros países. Os chefs internacionais utilizam ingredientes locais e colocam toques modernos no prato, garantindo agora mais variedades e estilos de sushi do que nunca.

Diante de tamanha popularidade, já existe inclusive uma "Copa do Mundo do Sushi", você sabia? Ela aconteceu no início do mês em Chiba, no Japão. O evento atraiu chefs talentosos de todo o mundo. Organizado pela World Cup Japan Sushi Comité e pelo governo da província de Chiba, a competição tinha a intenção de celebrar a diversidade do sushi no mundo, e promover padrões de limpeza e higiene em restaurantes de sushi no exterior.

A competição foi dividida em duas categorias: uma para chefs individuais e um para chefs representando restaurantes. O primeiro dia foi dedicado à categoria individual. Os participantes tiveram 50 minutos para preparar dois pratos de sushi, que foram julgados por um painel de profissionais. 

O chef vencedor foi o dinamarquês Pepi Anevski, do restaurante Umami, em Copenhague. A sua criação foi baseada no conceito das quatro estações do ano. Vieira levemente grelhada, polvilhada com uma emulsão de manteiga em pó, foi a interpretação do chef para o inverno, enquanto, salmão defumado com chá verde e purê de morango e hortelã seca picada, representava o verão. No centro do prato havia carne de lagosta envolta em fatias de cenoura, coberta com espuma de abacate, óleo de verbena e caviar de limão.

"Eu me concentrei em bom gosto e simplicidade", disse ele. "Estou contente que os juízes entenderam o que eu queria expressar. Mas a melhor coisa de participar (da Copa do Mundo do Sushi) foi ver o que outros chefs estão fazendo em seus países". 

Na categoria restaurante, os oito participantes, tiveram uma hora para elaborar 200 peças de sushi, destacando os sabores de seus países de origem. Como exemplo, podemos citar o chef Toshihiko Ochi, do El Kokoro restaurante, no Uruguai, que criou um sushi enrolado com carne seca e molho de pimenta. Já o chef romeno Georgiu Gavril usou molho de tomate no seu "Roll Drácula", remetendo ao personagem famoso de seu país.

Veja mais algumas criações, na matéria da rede Record:


O evento foi aberto ao público, que pagou uma entrada de ¥ 2.500,00, e pode saborear os sushis e votar em seu restaurante favorito. "É tão difícil escolher um restaurante, porque eles são todos tão diferentes", comentou um participante. "Eu realmente gostei do sushi do chef belga, que usou camarão pequeno da Bélgica e um molho feito de cerveja belga."

No final, o vencedor da categoria restaurante foi o Saiko restaurante, localizado em Malmo, na Suécia. Elaborado pelo chef Pontus Johansson, o nigiri de salmão levou, em sua composição, salmão da Noruega e avelãs em fatias finas, cozidas em molho de soja. A criação mostrou-se um sucesso com o público. "Estou tão feliz de vir ao Japão e mostrar a nossa maneira de abordar sushi com sabores escandinavos", disse Johansson.

Fonte: Japan Times

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário