segunda-feira, 17 de junho de 2013

Restaurantes investem em tecnologia que entrega os pedidos aos clientes pelo ar

O que você acha da ideia de entregar os pedidos dos clientes do seu restaurante de forma aérea? Parece um conceito bem diferente, mas duas redes estão investindo e estudando a viabilidade de implantação deste tipo de entrega. 

A YO! Sushi apresentou em seu restaurante no Soho, no centro de Londres, aquilo que chamou de "a primeira bandeja voadora do mundo", inovando na maneira de levar os pedidos dos clientes às mesas. Um drone que funciona como um mini-helicóptero, e alcança até 40 quilômetros por hora, é controlado pelos garçons por meio de um iPad. Basta que eles inclinem o tablet na direção em que querem que o aparelho vá, e ele voa para lá, até uma distância máxima de 45,7 metros. O nome do mecanismo é iTray, algo como iBandeja. Ele é feito com uma fibra de carbono leve, conta com quatro hélices, e está equipado com câmaras HD, que permitem aos funcionários da cozinha acompanhar a trajetória da bandeja em tempo real.

"A ideia surgiu de pensarmos em como mostrar às pessoas o quanto o hambúrguer da rede é leve, excitante e divertido", explicou o CEO da YO! Sushi Robin Rowland, no site Diário Digital.

Se a novidade for bem aceita, ela será implantada em todas as unidades da rede no Reino Unido no próximo ano.

Veja como funciona no vídeo abaixo:


Também no Reino Unido, os drones parece que poderão substituir os entregadores de pizzas. A filial inglesa da rede norte-americana de pizzarias, Domino’s, publicou um vídeo em seu canal oficial no YouTube em que mostra o que pode ser o futuro do seu modelo de delivery, o DomiCopter. O drone utilizado neste caso, é capaz de transportar duas embalagens com pizzas tamanho família a uma altura de 126 metros.

O representante da empresa, Simon Wallis, afirmou para o Metro: “Não há maneira melhor para evitar o trânsito do que voar. No mínimo, isso vai nos deixar ainda mais rápidos”. A tecnologia ainda não foi implantada, melhorias ao sistema de distribuição precisam ser feitas, e as devidas autorizações governamentais devem ser obtidas. De acordo com nota a imprensa, o objetivo da iniciativa é estudar novas formas de entrega de produtos. Se a novidade do “Domicopter” for bem sucedida, a rede pretende montar uma espécie de academia de voo, especializada nestes robôs.

Veja a seguir o “Domicopter” em ação:

                             

Fontes: Tecmundo
              Diário Digital
              Telegraph
               Exame
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário