terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Movimento luta para que a gastronomia brasileira seja reconhecida como manifestação cultural por lei

Feijoada, cachaça, tapioca, chimarrão, acarajé, pingado... Gastronomia é cultura sim!

Pensando nisso, o instituto ATÁ do chef Alex Atala lançou a campanha Eu Como Cultura. O objetivo é organizar um movimento pela aprovação do projeto de lei que visa reconhecer oficialmente a gastronomia brasileira como manifestação cultural. Assim, a gastronomia será considerada cultura, resgatando e valorizando nossos produtos, nossas receitas, nossa história à mesa.

Imagem: Gastronomia e Cultura

Pretendendo reunir um milhão de assinaturas para pressionar a votação do Projeto de Lei 6562/13 no Congresso Nacional, o projeto, existente desde 2013 e atualmente em análise na Câmara dos Deputados, consiste na incorporação da gastronomia à Lei Rouanet, proporcionando incentivos fiscais a quem apoiar projetos relacionados à gastronomia brasileira.

Dessa forma, será possível que empresas e pessoas físicas doem ou patrocinem, com dedução no Imposto de Renda, pesquisas, acervos e publicações relacionadas ao tema. Além disso, esse movimento de estudos e afirmação da gastronomia como cultura permite que ingredientes e receitas sejam descobertos e preservados, como aconteceu na Europa, em que queijos e embutidos, por exemplo, conseguiram sobreviver à imposição sanitária e tornaram-se patrimônio cultural de países como Espanha, França e Itália.

Segundo o site Gastronomia e Cultura, para que o projeto de lei entre em votação são necessárias 1 milhão de assinaturas. Para participar, basta acessar o mesmo site, baixar o pdf, imprimir, assinar e enviar via correio.

Assista o vídeo, visite o site da campanha e participe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário