sexta-feira, 11 de julho de 2014

Inovação é o segredo do sucesso de pizzarias

O que faz uma pizza de muçarela ser vendida a R$17,00 e outra do mesmo sabor custar R$50,00? As respostas para essa pergunta estão na qualidade dos ingredientes, no conforto, no bom atendimento dado aos clientes, no uso de inovações e na gestão do estabelecimento, que é responsável por dar status ao nome da empresa e agregar valor ao produto.

Imagem: Arquivo Sebrae

Em 10 de julho, cerca de 15 mil pizzarias brasileiras comemoraram o Dia da Pizza. Esse mercado, liderado pelas pequenas empresas (99% são optantes do Supersimples) movimenta R$ 22 milhões por dia. Para se destacar diante dos concorrentes, é preciso se diferenciar, seja nas receitas, nas embalagens, nos serviços ou no uso de tecnologias.

“A primeira pergunta que o empresário deve responder para analisar seu negócio é a seguinte: por que comprariam da minha empresa e não da concorrência? Uma pizza é facilmente copiada, mas o serviço oferecido pela pizzaria é mais difícil, pois depende de pessoas bem treinadas e de um bom planejamento de marketing”, orienta o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Inovar foi a solução encontrada pela pizzaria Run Sun (Santos – SP) que apostou na tecnologia como ferramenta para aumentar a competitividade e assegurar a sobrevivência no mercado. A empresária Liliana Higushi trocou os cardápios de papel por IPads, por meio dos quais o cliente acessa o menu com 42 variedades de pizzas. “Assim os fregueses podem escolher o que vão consumir, consultar a conta ou mesmo navegar pela internet por meio dos garçons digitais”, ressalta. O restaurante ainda oferece um serviço delivery, utilizando a Hot Box – pequena caixa que pode ser recarregada na energia e a cada três minutos dispara um choque a uma temperatura de 80 ºC. “Esse sistema mantém os pedidos quentes como se tivessem recém saído do forno. Com isso, os clientes que estão em casa podem saborear uma pizza com mesma qualidade do restaurante”, avalia.

Outro exemplo de inovação pode ser encontrado na Tomanik Pizzas (SP). Com 20 anos de atividades, a pizzaria desenvolveu receitas diferenciadas que atraíram novos clientes. A empresa tem uma linha light, com massa integral e recheios com brócolis, escarola, ervilha, palmito, tomate e cebola. “Uma parcela do mercado começou a pedir alimentos mais saudáveis, com fibras de mais fácil digestão. A linha light é um diferencial que encontramos. Também fazemos qualquer receita com massa integral”, conta o proprietário Ricardo Barros, que teve orientação do Sebrae para colocar as mudanças em prática. “O Sebrae sempre foi parceiro. Levamos os problemas para eles e eles nos ajudam a encontrar soluções. Nas palestras, sempre víamos cases de empresas que inovaram e tiveram bons resultados”, acrescenta.

A Holly’s Pizza (SP) procura aliar tradição e inovação. A casa explora receitas consagradas, mas está sempre atenta às novidades. O proprietário Cedric Manzini participou em março de 2014 da missão organizada pelo Sebrae, que levou 41 empresários à Pizza Expo, uma feira em Las Vegas voltada especialmente para pizzarias. “Estamos há 32 anos em atividade, mas precisamos sempre estar atentos às novidades do mercado. Os empresários americanos estão bem à nossa frente. Tivemos a oportunidade de conhecer novas formas de fazer propaganda, marketing e novos equipamentos. Eles têm uma máquina de espalhar molho no disco da pizza, coisas que ainda não temos aqui”, conta o empresário que também é orientado pelo Sebrae.

Já a 1900 Pizzeria, resolveu apostar em qualificação e melhoria dos processos de gestão. O negócio, que começou como uma empresa familiar, controla hoje sete unidades na capital paulista. O empresário Eric Momo, filho do criador da marca, assumiu a gestão da empresa em 2011 e, com o apoio do Sebrae, introduziu o aprimoramento e a renovação dos processos no negócio. “Tínhamos começado a fazer uma expansão sem planejamento. Com o Sebrae, fizemos um plano de negócios, aprendemos a fazer um controle de qualidade e novas formas de nos relacionar com a equipe e com os clientes. Hoje somos uma das casas mais conhecidas da cidade e ganhamos um prêmio como a melhor pizza de São Paulo”, diz o empresário.

Mercado concorrido:

São Paulo concentra 46% das pizzarias do mercado brasileiro. São cerca de sete mil empresas, sendo 3,5 mil somente na capital. O Sebrae vem desenvolvendo no estado uma parceria com a Pizzaria Unidas, associação que reúne empresários do setor, criada em 2002 para fomentar e ajudar as empresas a se destacarem no mercado. O Sebrae deu consultorias aos empresários, apoiou a criação da associação e, desde então, é parceiro das ações realizadas por ela, como o envio de empresários para participar de feiras internacionais para conhecer novas tecnologias e inovações do segmento mundo afora.

Em 2012, a associação e o Sebrae levaram, pela primeira vez, um grupo de 12 empresários à NRA Show, uma das maiores feiras voltadas para bares e restaurantes do mundo, em Chicago. Além da visita à feira, os empresários fizeram visitas técnicas a redes de pizzarias americanas e receberam dicas de layout, inovação, maquinário, gestão, entre outros.

Em 2013 e 2014, os empresários embarcaram em missões para trazer ao Brasil o que há de mais moderno quando o assunto é pizza. Durante quatro dias, eles participaram da Pizza Expo, uma feira em Las Vegas voltada especialmente para pizzarias. A edição de 2014 aconteceu em março e teve a participação de 41 empresários brasileiros de São Paulo, Minas Gerais e Brasília. Depois da feira, a associação organiza um congresso para replicar em diferentes cidades brasileiras a experiência adquirida. Durante as reuniões, os empresários também assistem a palestras sobre a gestão dos estabelecimentos oferecidas pelo Sebrae.

Outras dicas do Sebrae:

1) Pizzarias que não possuem serviço de entrega, devem avaliar a oportunidade e conveniência de oferecer esse serviço;
2) O mesmo vale para empresas que atuam exclusivamente em delivery e que precisam avaliar a conveniência de criar um restaurante;
3) Para pizzarias que já possuem loja e serviço de entrega, deve-se avaliar o que precisa ser melhorado.
4) Em qualquer dos casos, deve-se ter bem claro quem são os clientes atendidos atualmente e o público que se pretende de fato atender.
5) Por que não aproveitar as comemorações, oferecendo o serviço de entrega de KIT aniversário, com pizzas em fatias, refrigerantes e copos descartáveis (comemorações de aniversário em empresas podem sair do tradicional bolos e doces, por exemplo).
6) O mais importante é conciliar a estratégia de atuação da empresa com as inovações propostas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário